O NAMORO À LUZ DA BÍBLIA

Quando devo saber a hora certa para o namoro? Vou “ficar” ou não “ficar”? O que a Bíblia diz sobre isso? Essas são algumas perguntas que o jovem crente faz quando chega àadolescência. Algumas vezes ele diz: “tenho medo de ficar sozinho”, “preciso arrumar alguém logo” ou “na escola todos os jovens estão namorando ou ficando, e eu?”. Nesse momento o jovem crente fica meio perdido. O que fazer? O que é namoro à luz da Bíblia e qual é a hora certa do namoro? Em um mundo onde tudo é permitido, onde o que importa é ser feliz extravasando os desejos, como deve ser o namoro cristão?
Neste breve estudo abordaremos o namoro à luz da Palavra de Deus e veremos seus ensinos sobre esse tema tão importante para o jovem cristão.
O que é namoro? 
É um relacionamento entre duas pessoas de sexo diferente, uma oportunidade que ambos têm de se conhecer melhor. Vejamos alguns conceitos sobre namoro:   
Conceito comum: É o momento de encontro entre duas pessoas que se gostam, onde há trocas de carícias e intimidades, pode ser passageiro ou duradouro, incluindo ou não relações sexuais e os compromissos são decididos pelo próprio casal, não existe época certa para começar a namorar. Cada um tem seu tempo e seu jeito de curtir essa experiência. Há diferentes razões para namorar: amor, atração sexual, afinidade, paixão, curiosidade, companhia, etc.
Conceito Cristão: É uma preparação. Um período extremamente importante na vida de dois jovens cristãos e de muitas responsabilidades. Representa um período de transição entre dois jovens ou adultos, um homem e uma mulher, crentes no Senhor Jesus Cristo, sendo que ambos devem ter um bom nível de maturidade. Ambos devem manter um bom ritmo de comunicação, sendo através deste relacionamento orientados e preparados por Deus para um futuro casamento. Namoro cristão deve sempre visar o casamento. Um namoro que não tem como alvo um futuro casamento, sequer deve ser iniciado.
O padrão de Deus para um namoro bem sucedido: 
  1) Espiritual – forte. Deus em primeiro lugar, nunca seu namorado (a);
  2) Vontade, emoções e mente dentro do plano de Deus;
  3) Corpo (físico) – sob controle.
Namoro fora dos padrões de Deus: 
  1) Espiritual – fraco. A sensibilidade espiritual está cauterizada;
  2) Emoções, vontade e mente – descontrolada;
  3) Físico – sensual. 
            O que a Bíblia diz sobre namoro?
            Na Bíblia não encontramos a palavra “namoro”, que está ligado à paixão. Porém encontramos compromisso verdadeiro. Uma preparação para o casamento. Vemos o exemplo de Maria e José (cf Mateus 1.18) – O noivado ou “namoro” era tão importante quanto o casamento. Outro exemplo: o relacionamento de Rebeca e Isaque (Gênesis 24.1-9) – Na hora certa Deus reservou o casamento. Se você não tem o dom de Paulo de permanecer solteiro, o melhor é casar: E aos solteiros e viúvos digo que lhes seria bom se permanecessem no estado em que também eu vivo. Caso, porém, não se dominem, que se casem; porque é melhor casar do que viver abrasado.”(1Coríntios 7.8-9). Porém o namoro não é casamento, mas a preparação e nessa preparação não entra sexo. Sexo antes do casamento é o pensamento obscurecido dos ímpios (cf Efésios 4.17). Deus quer um casamento santo, e começa no namoro.
            Como iniciar um namoro cristão?
            Salvação – Ambos devem ser verdadeiramente salvos, ou seja, devem já ter aceitado a Jesus Cristo como seu único Senhor e Salvador pessoal (João 3.16; Lucas 19.10; Romanos 10. 9-10);
            Não devem ser crianças.  A maturidade é importante e essencial no relacionamento entre duas pessoas (cf Efésios 4.13; I Coríntios 14.20);
Deus deve ser a fonte de luz em suas vidas, uma fonte de vigor espiritual. Se não tiver comunhão com Deus, nunca será abençoado em qualquer tipo de relacionamento (IJoão 1.6-7);
            Tem que ter permissão dos pais.  Um namoro onde não tem apoio dos pais, dificilmente será bem sucedido. É imprescindível a benção paterna; 
            Apoio do seu pastor. Os pastores de ambos devem apoiar e dar a benção. Muitos têm negligenciado esta parte e o que se vê é um total fracasso; 
            Deve ter um determinado ritmo de visita do rapaz na casa da moça – Namorado não é marido; – Para que haja confiança dos pais. 
 E nesse relacionamento cristão, algumas coisas devem ser evitadas:
             1) Sentimento de posse – Você está com uma pessoa que estará contigo dividindo as alegrias e dores, não uma propriedade que você está conquistando;
    2) Contato físico exagerado – Não exagere nas carícias, cuidado;
   3) Lugares escuros ou escondidos – Não dê oportunidade para o pecado.
O apostolo Paulo, corrigindo os erros da igreja em corinto disse: “… purifiquemo-nos de toda  impureza, tanto da carne como do espírito, aperfeiçoando a nossa santidade no temor de Deus.”(2Coríntios 7.1). O namoro não é uma oportunidade de fazer sexo, é um momento de conhecimento e oração. E esse namoro cristão deve ter em vista o casamento. Um namoro onde a relação sexual é algo comum, não está mais no centro da vontade de Deus. E com certeza colherá consequências terríveis.
Quando não começar um namoro? 
        Quando estou passando pela pré-adolescência e adolescência – Porque não? Porque é o momento em que o corpo está passando por mudanças. É a fase de conhecimento. “É a fase onde ele busca a sua identidade – roupas vocabulário etc. É uma fase de abstrato” (Piaget psicólogo Suíço 1920). É uma fase de desenvolvimento. Assim, esse jovem não está pronto para um relacionamento amoroso aos moldes da Palavra de Deus.
            Quando o que te motiva é o apetite sexual – Começar a namorar só para perder a virgindade é errado. Não é vergonha nenhuma o crente casar virgem, Deus é honrado com isso. A imoralidade sexual não pode fazer parte do casal desde namoro:Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros.”(Hebreus 13.4).     
          Alguns conselhos para os jovens em assuntos sexuais:
        Evite más companhias. Se você andar com maus elementos ficará dominado por eles. Não ande nos conselhos dos ímpios (cf Salmo 1.1);  
Evite o segundo olhar. Você não pode controlar o primeiro, mas pode evitar o segundo, que se torna cobiça; 
Discipline suas conversas. Evite piadas e histórias com sentido duvidoso: “Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes.”(I Coríntios 15.33); 
Tenha cuidado com a maneira de se vestir.Deve ser um assunto entre você e Deus as roupas que usa. Vista-se tendo a consciência de que você está diante do Senhor, e ele está te vendo; 
Escolha cuidadosamente os filmes e programas de televisão que assiste. Declare assim como o salmista: “Não porei coisa injusta diante dos meus olhos; aborreço o proceder dos que se desviam; nada disto se me pegará.”(Salmo 101.3); 
Tome cuidado com o que você lê. Muita da literatura contemporânea apela ao instinto sexual; 
 Esteja em guarda com respeito a seu tempo de folga; (lembre-se de Davi com Bate-seba 2Samuel 11.1-2)                
       Gaste mais tempo com as Escrituras; “Guardo no coração as tuas palavras, para não pecar contra ti.”(Salmo 119.11)    
Tenha Jesus Cristo em seu coração e vida. Uma fé firmada em Deus te guardará da tentação: “Filhinhos, eu vos escrevi, porque conheceis o Pai. Pais, eu vos escrevi, porque conheceis aquele que existe desde o princípio. Jovens, eu vos escrevi, porque sois fortes, e a palavra de Deus permanece em vós, e tendes vencido o Maligno.”  (IJoão 2.14 )
Controle os desejos: “Pois esta é a vontade de Deus: a vossa santificação, que vos abstenhais da prostituição; que cada um de vós saiba possuir o próprio corpo em santificação e honra, não com o desejo de lascívia, como os gentios que não conhecem a Deus” (1 Tessalonicenses 4.3-5)
Vença as tentações obedecendo a Deus: “Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.”(Tiago 4.7)
Muita oração te ajudará vencer as tentações: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.”(Mateus 26.41).  
Quando sou motivado a namorar devido a minha ansiedade e medo de ficar só – Esse é outro motivo para não se começar um namoro. Geralmente isso afeta as mulheres. O medo da solidão, medo de ser um motivo de piada entre os amigos e parentes, faz com que alguns tenham relacionamento no tempo errado. O que fazer? Esperar com confiança no Senhor (cf Salmos 40.1; 37.7). O tempo de Deus sempre é o melhor tempo! “Conjuro-vos, ó filhas de Jerusalém, pelas gazelas e cervas do campo, que não acordeis, nem desperteis o amor, até que este o queira.”(Cantares 2.7). O amor verdadeiro sabe esperar, e por isso, pode desfrutar ao máximo as delícias que Deus sempre projetou para o casal. Esse amor não é precipitado, precoce, adiantado ou impaciente. Não precisa seduzir para chamar atenção para si mesmo. Não precisa “se entregar” com medo de perder a pessoa.
Dicas para um namoro abençoado
Essas orientações te conduzirão a um relacionamento abençoado. 
            Namorar somente com crente: “Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniquidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas?”(2Coríntios 6.14; Gênesis 6.1-2). Aí você me diz: “pastor ninguém conhece o coração”? Sim, mas Deus conhece! Ore e peça que Ele coloque em seu caminho uma pessoa consagrada, fiel a Jesus. Não procure por conta própria.
            Tenha respeito pela família – Não é antiquado exigir que um rapaz peça autorização para o pai de uma moça para começar namorá-la; e muito mais ainda para terminar o namoro.
            Os pais devem estabelecer regras coerentes e equilibradas para o namoro dos filhos, tais como1- Estabelecer o local principal para o namoro; 2 -Disciplinar o horário, de que horas a que horas o casal pode namorar.  
          Namoro de crente não deve ser muito demoradoNamorar por mais de um ano e meio e correr sérios riscos. Por isso, se o namoro não visar o casamento, não deve nem mesmo começar. O namoro é a preparação do casamento. Deve ser o tempo para os jovens se conhecerem e preparem-se espiritual, financeira, material e emocionalmente para o casamento.
            A Palavra de Deus deve ser a base do relacionamento – É bom que os namorados leiam a Bíblia e orem juntos. O rapaz que não conseguir ser o “sacerdote” de sua namorada será um péssimo chefe de família. Intimidades excessivas como beijo na boca e carícias desenfreadas podem destruir a possibilidade de um casamento feliz.  É preciso refrear esse desejo com oração e leitura da Palavra.
          Os namorados (principalmente, a moça) devem se cuidar para não provocar-lhe desejos que não podem ser satisfeitos antes do casamento. É também aconselhável que de vez em quando os namorados conversem com seu pastor para prestarem contas do seu namoro, receberem conselhos, oração e a bênção do Senhor. Os namorados devem fazer seus planos de como continuarão a servir a Deus e ao Seu reino depois de casados.
            Conclusão: Não se deixe levar pelas conversas de quem não serve a Deus. Não siga o que a mídia está incutindo na juventude do mundo. O Diabo está dizendo por aí que é só se cuidar para a AIDS não lhe pegar e propagando que é só cuidar-se para não ter uma gravidez indesejada (essa é uma mensagem do inferno!). Creia na Palavra de Deus. Creia no Senhor que te ama e quer o melhor para sua alma e para o seu corpo. Não despreze a doutrina do Senhor: “Filho meu, guarda o mandamento de teu pai e não deixes a instrução de tua mãe; ata-os perpetuamente ao teu coração, pendura-os ao pescoço. Quando caminhares, isso te guiará; quando te deitares, te guardará; quando acordares, falará contigo.” (Provérbios 6.20-22). Coloque Deus no centro de seu relacionamento. Muitos casais sofrem por casamentos feitos na base errada. A base do casamento não é sexo, nem dinheiro ou outra coisa qualquer, é a Palavra de Deus. 
 Por Rev. Ronaldo P. Mendes 

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*